11/07/2019

Opinião | "Tudo o que Sei sobre o Amor" de Dolly Alderton

Título: Tudo o que Sei sobre o Amor
Autor: Dolly Alderton
ISBN: 9789895437474
Edição ou reimpressão: 04-2019
Editor: Cultura Editora
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 228 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 336

Sinopse: Quando se trata das provações e triunfos da jornada até à idade adulta, a jornalista e ex-colunista do Sunday Times, Dolly Alderton, já viu e experimentou de tudo. Ela descreve-nos vividamente o processo por que passamos quando nos apaixonamos, a luta contra a autossabotagem, a procura de um emprego, o que é dar uma festa desastrosa cuja temática é o Rod Stewart, apanhar uma bebedeira, levar com os pés, perceber que o Ivan da loja da esquina é o único homem com o qual sempre pudemos contar, e descobrir que as nossas amigas estão sempre lá, no fim de cada noite de desgraça. Este é um livro sobre encontros para esquecer, boas amigas e - acima de tudo - sobre sabermos reconhecer que somos suficientes.
Dolly Alderton sobreviveu (à tangente) aos seus Vintes e, em Tudo o Que Sei Sobre o Amor, apresenta-nos uma descrição impávida dos encontros catastróficos e dos apartamentos miseráveis, dos desgostos de amor e das humilhações e, o mais importante, das inquebráveis amizades femininas que a ajudaram a aguentar-se. Cheio de humor, coração e perspicácia, este é um livro para dar a todas as mulheres que já passaram por lá ou que estão prestes a dar o primeiro passo rumo ao resto da sua vida.

OPINIÃO:
Quando eu vi que este livro ia ser lançado em Portugal eu fiquei super curiosa porque uns dias antes eu fui a Londres e em todas as livrarias só anunciavam este livro. Verdade seja dita que fiquei curiosa devido a toda publicidade que vi, mas iniciei a leitura sem grandes expectativas. A realidade é que eu leio poucos livros de não-ficção e sinceramente não sabia o que ia encontrar. Quando comecei este livro fiquei logo bastante surpresa porque eu logo comecei a gostar e assim que terminei percebi o porquê deste livro e principalmente o porquê da sua importância. Foi uma grande surpresa que não estava nada à espera de gostar tanto, fiquei completamente rendida a esta leitura.

Basicamente este livro conta as experiências da autora, quando era mais jovem, na escola, na faculdade e depois no meio do trabalho. Todas as experiências da autora são incríveis e eu tendo 26 anos houve sim imensos momentos que identifiquei-me imenso. A autora fala de assuntos que qualquer jovem vai identificar-se, porque são assuntos reais e verdadeiros. Desde os problemas na escola, depois na faculdade, as relações amorosas e principalmente as amizades é o que faz com que tenha gostado tanto, porque a Dolly fala o que aconteceu com ela e a verdade é que são coisas que acontecem com qualquer pessoa.


Tudo o que sei sobre o amor é um livro bastante bem escrito que mostra as dificuldades de uma jovem. Todos os capítulos são bastante sinceros, mas a melhor qualidade é que a autora tem um humor bastante característico que faz o leitor ficar cada vez mais interessado nas suas histórias. Mas também não posso deixar de falar de Dolly Alderton sabe escrever, este livro está escrito de uma forma bastante interessante, temos passagens do tempo entre as várias etapas da vida da autora e está feito de uma forma perfeita.

Outro aspeto que gostei imenso é que a autora é de Londres, eu amo essa cidade e foi bastante interessante ver a perspetiva da cidade de alguém local. Aqui a autora mostra a cidade com outros olhos e foi bastante interessante. Todo o livro é muito bom, cheguei ao fim com um sentimento que estava a ler concelhos de uma irmã mais velha e não, não é chato nem nada disso, pelo contrário, é  bastante inspirador. O livro mostra como a autora conseguiu (ou não) superar vários obstáculos da sua vida e a cada novo capítulo tirei um ensinamento para a minha vida atual. Acreditem, eu estou numa das fases que a autora esteve e foi bom ler as suas palavras.

Este é um livro que, tal como está escrito na capa é "o livro que vamos querer dar às nossas amigas" (Amazon) e é tal e qual isso, se eu identifiquei-me tanto, tenho umas amigas que ainda vão se identificar ainda mais do que eu. Na minha opinião o ponto principal é as amizades e o quanto elas são importantes para nós e é totalmente verdade. É um livro que eu adorei, fiquei completamente rendida do início ao fim e que recomendo imenso para todas as jovens e mulheres, seja qual a idade. Para as jovens acreditarem nelas, mesmo sabendo que irá haver vários percalços pelo caminho, e as mulheres para reverem o passado e rirem com a forma como pensavam quando eram mais jovens.

Leitura com o apoio:

01/07/2019

Opinião | "Tempestade de Guerra - Parte 1" Victoria Aveyard

Título: Tempestade de Guerra - Parte 1
Autor: Victoria Aveyard
ISBN: 9789897731587
Edição ou reimpressão: 05-2019
Editor: Saída de Emergência
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 228 x 19 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 304

Sinopse:
Mare Barrow aprendeu rapidamente que para vencer é preciso pagar um preço muito alto. Depois da traição de Cal, que praticamente a destruiu, Mare está determinada a proteger o seu coração e a continuar a lutar com os rebeldes para assegurar a liberdade de Vermelhos e sanguenovos. A jovem fará de tudo para derrubar o governo de Norta - começando pela coroa de Maven. Mas para a guerra que se avizinha é necessário ter aliados poderosos. Conseguirá Mare lutar ao lado dos que a magoaram para assegurar a vitória? Ou será a rapariga-relâmpago silenciada para sempre?
Na primeira parte da conclusão desta extraordinária série, Mare terá de abraçar o seu destino e convocar todo o seu poder. Quem sobreviverá aos testes que se aproximam?

OPINIÃO:
Quando terminei A Jaula do Rei eu estava super ansiosa para ler a continuação, admito mesmo que eu precisava da continuação, mas aguentei e consegui esperar que fosse lançado cá em Portugal. Tal como escrevi na minha opinião ao terceiro livro, a autora só conquistou-me no último e sim fiquei completamente rendida a este mundo e a esta história, por isso este quarto volume foi muito esperado por mim. Acontece que este livro é a primeira parte, ou seja, é basicamente o início de tudo, da grande luta, dos grandes acontecimentos. Por isso, foi sim interessante porque temos alguns aspetos que acredito serem importantes para a segunda parte, mas a verdade é que é mais à base de conflitos internos dos personagens e de tentativas de alianças.

Neste livro já sabemos o que o Cal fez e temos aqui todas as consequências dessa sua escolha. A Mare tem agora que curar o seu coração e focar-se no seu objetivo. Mas nada é fácil e para conseguirem derrotar Maven precisam de aliados. Nesta primeira parte de Tempestade de Guerra conhecemos um Cal a definir-se como Rei e basicamente é um livro bastante político recheado de contratos e intrigas. É uma parte bastante importante porque acredito que irá definir a segunda parte e todas as alianças aqui criadas é o que vai definir quem ganha e quem perde.  


Relativamente às personagens percebi que a Mare está cada vez mais a crescer na minha consideração. Acho que devido ao que o Cal fez ela percebeu que tinha que ele também não é o seu "príncipe encantado" e se ela já estava mudada devido ao que o Maven lhe fez, agora temos uma Mare que toma atitudes e que mostra importar-se com o que realmente é importante. Já o Cal eu sinceramente estou cada vez mais desiludida com ele, eu adorava esta personagem e não, não entendo as decisões dele. Ao longo desta primeira parte isso só foi ainda mais evidente, ele parecia um "pau mandado" da avó e espero mesmo que ele mude porque eu sou completamente team Cal.

Outra personagem que eu já tinha gostado no livro anterior e nesta primeira parte ainda aumentou mais a minha admiração por ela, é a Evangeline. Eu adorei esta personagem, as partes contadas por ela foram as minhas favoritas, ela luta por aquilo que quer, mesmo sabendo que pode sim ser muito complicado, mas nunca desiste e o novo plano dela não sei como vai ser e se vai resultar, mas estou ansiosa para descobrir quando ler a parte 2. Os outros personagens sinceramente achei um pouco mais do mesmo, não houve assim nenhum que cativa-se muito, mas aprendemos um pouco mais sobre cada um e acredito que vai ser sim importante para o futuro.

Um aspeto bastante interessante é que conhecemos Montfort uma região bastante diferente de todas as outras do reino. É um local que achei mais "atual" que gostei que a autora tivesse colocado na história, afinal nem tudo tem que ser da mesma maneira e é inovador ver um tipo de reinado mais diferente que sinceramente acho que nunca li numa história deste género. O foco deste livro é realmente definir aliados, afinal sabemos que está para vir um guerra que irá mudar por completo este mundo e é interessante ver mais deste mundo criado pela autora e como todas as outras pessoas reagem a esta batalha. Tal como em todos os livros, aqui também temos novas intrigas e conflitos que começam a surgir devido a algumas escolhas de personagens e, admito, fiquei chocada com algumas delas e estou desejosa para saber o que realmente vai acontecer.

O livro é bastante pequeno e sinceramente não acontece muitas coisas, a base mais importante deste parte é arranjar aliados e de começar a preparar tudo para algo que acredito, e espero, que seja grandioso. O único aspeto negativo que tiro do livro é que é um pouco parado, mas é normal uma vez que a base é as interações e a criação de laços, como este é apenas a primeira parte de um livro completo, percebo o porquê de a autora ter feito isso. Este é um livro importante para quem acompanha esta série, com ele vai aprender muito mais deste mundo criado por Victoria Aveyard e de como tudo está a ser preparado para o derradeiro final desta série fantástica. Desde A Jaula do Rei que fiquei fã deste mundo e destas personagens e mal aguento para saber como tudo vai terminar. Esta é uma série fantástica, custa um pouco a entrar no mundo e a ter alguma empatia pelas personagens, mas a autora consegue prender o leitor e chega a uma altura que estamos tão embrenhados nestas intrigas que só queremos urgentemente saber como irá acabar. Agora espero ansiosamente para que a editora publique o último livro rapidamente para saber a conclusão desta série que eu fiquei a gostar tanto.

Opinião dos livros anteriores:

Leitura com o apoio:

30/06/2019

TAG DOS 50% | Os Melhores e Piores do Primeiro Semestre de 2019

1. O melhor livro que leste até agora, em 2019 
Foi impossível escolher outro livro, chorei horrores com esta história que é tão intensa, cativante e linda. Sem dúvida foi o melhor do primeiro semestre e, quem sabe, pode sim ser o melhor do ano!

2. A melhor continuação que leste até agora, em 2019 
Este é tão bom, mas tão bom, sem dúvida a melhor continuação!!!!

3. Algum lançamento do primeiro semestre que ainda não leste, mas queres muito 
Sempre gostei da série A Casa da Noite e assim que soube que este livro ia ser lançado em Portugal quis logo o ler. Infelizmente desde que saiu ainda não consegui, mas quero tanto *.*

4. O livro mais aguardado do segundo semestre 
Dos que vão já foram anunciados que vão ser lançados em Portugal, este é aquele que mais aguardo com grande expetativa. Eu amo esta série e a história do Styxx talvez seja a que mais ansiosa estou para ler!

5. O livro que mais desiludiu este ano 
Não é que o livro seja mau, pelo contrário, mas depois de "A Jaula do Rei" ter sido tão bom eu estava à espera de muito mais deste livro. Talvez a culpa não seja do livro em si, mas sim por terem dividido em duas partes e a segunda seja fantástica, mas a verdade é que esta primeira parte é um pouco parada para o meu gosto e sinceramente esperava um pouco mais. É sim importante para a história tudo o que aqui acontece, mas queria mais!

6. O livro que mais te surpreendeu este ano 
Tinha que por este porque não dava nada por ele, quis ler porque muitas pessoas estavam a falar dele, mas sinceramente pensei que fosse "mais do mesmo" e depois foi uma autêntica surpresa porque é tão bom e verdadeiro que tocou-me imenso. Uma grande surpresa.

7. Novo autor favorito (que lançou o seu primeiro livro neste semestre, ou que conheceste recentemente)
Claro que aqui tinha que estar a Helena Magalhães, eu ainda não li o primeiro livro dela, mas conhecia-a recentemente e este livro é maravilhoso e claro, já ficou favorita!

8. A tua nova crush literária 
ROWAN!!! E acho que não preciso de dizer mais nada xD

9. A tua nova personagem favorita 
A Seraphina de "O Regresso da Duquesa". Eu adorei esta personagem, ela passou por muito e amadureceu tanto que adorei ler sobre ela! Sem dúvida uma das favoritas. Claro que poderia colocar aqui a Aelin (série Trono de Vidro), mas como já falei de dois livros dessa série nesta TAG, decidi falar de outra personagem.

10. Um livro que te fez chorar neste primeiro semestre 
Tenho que falar novamente do "O Silêncio das Águas", claro que chorei com mais uns quantos, mas este foi aquele que durante dias pensava nele e voltava a chorar, então claro que tem que estar também nesta questão e sim, merece estar duas vezes nesta TAG ;D

11. Um livro que te deixou feliz neste primeiro semestre 
Qualquer livro de Julia Quinn deixa-me feliz, mas este em particular fez rir imenso e a história é muito boa, cheguei ao final com um sorriso gigante!

12. Melhor adaptação cinematográfica de um livro que assististe até agora, em 2019 
Sinceramente ainda não vi nenhuma "melhor adaptação". O único filme que vi que li o livro foi After, mas o filme está uma treta como adaptação e nunca na vida é o "melhor". O único que posso falar é "A Distância entre Nós" que o filme está brilhante, fartei-me de chorar e foi muito bom, mas como não li o livro não posso dizer se é uma boa adaptação, como filme é maravilhoso!

13. A tua opinião favorita neste primeiro semestre (escrita ou em vídeo) 
Sem dúvida a opinião de "Mil Beijos" porque achei que consegui transmitir tudo o que queria sobre este livro e gostei bastante do resultado final. Se ainda não leram esta opinião podem ler AQUI.

14. O livro mais bonito que compraste ou recebeste este ano 
O livro mais bonito que comprei foi uma edição de "O Principezinho". Esta é uma edição especial da livraria Lello que comprei em Maio quando fui ao Porto e claro que tive que ir a esta bela livraria. Comprei este livro para trazer uma pequena lembrança e a edição é simplesmente linda. É capa dura vermelha, tem um marcador em fita e as páginas são douradas. Uma edição linda!

15. Quais os livros que precisas ou queres muito ler até ao final do ano.
Ui tantos...mas basicamente os livros da lista que coloquei no início deste ano e que ainda não li (lista AQUI).

Se também fizerem esta TAG (seja em blogue ou vídeo), enviem-me o link que tenho todo o gosto em ver :)

26/06/2019

Opinião | "Raparigas como Nós" de Helena Magalhães

Título: Raparigas como Nós
Autor: Helena Magalhães
ISBN: 9789897772177
Edição ou reimpressão: 06-2019
Editor: Editorial Planeta
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 234 x 26 mm
Encadernação: Capa mole

Sinopse: Uma história de amor irresistível, que é também o retrato de uma geração que cresceu sem redes sociais. Pode uma paixão da adolescência marcar o resto da vida?
Festivais de Verão, tardes na praia, experiências-limite com drogas, traições e festas misturam-se com amores improváveis e velhas amizades. Um romance intemporal nos cenários de Lisboa, Cascais e Madrid, que mostra tudo o que pode esconder-se atrás da vida aparentemente normal de uma rapariga… como tu.
«Beijamo-nos ao som daquela música que ouvia em casa sozinha deitada na minha cama. Durante o resto da vida, não importaria o que estivesse a fazer ou onde, quando ouvisse os primeiros acordes […], recordar-me-ia do olhar do Afonso fixado em mim, da sua mão no meu rosto, do meu coração a tremer e de me sentir a rapariga mais feliz do mundo. Porque Lisboa está cheia de bares a abarrotar de miúdas bonitas que, num piscar de olhos, se colocariam de gatas a ronronar nas suas pernas. Mas ele viu-me a mim.»

OPINIÃO:
Quando este livro foi lançado eu fiquei super curiosa para o ler. Afinal de contas é algo que infelizmente não existe muito em Portugal, ver uma editora apostar numa jovem escritora ainda mais quando se trata de um livro jovem adulto é simplesmente maravilhoso. Acho sim que os escritores do nosso país deveriam ser mais valorizados, mas isso infelizmente acontece pouco. Após ler a sinopse rapidamente percebi que seria uma leitura que eu ia adorar, afinal de contas traz-nos um romance entre jovens e ainda retrata temas fortes como drogas, festas e amizades. Mas o mais interessante é que a história passa-se numa altura em que ainda não havia as redes sociais e toda a influência das mesmas, o que faz com que seja bastante interessante de se ler e de percebe como os jovens faziam naquela altura.

Neste livro conhecemos a história da Isabel, uma rapariga que não sabe muito bem o que pretende do seu futuro e neste romance iremos acompanhar as suas aventuras. A sua história começa logo quando conhece o Afonso e entram numa relação bastante intensa e que muda por completo a vida da Isabel. É um livro sobre paixões, aventuras juvenis, mas acima de tudo a autora trouxe problemas reais que os adolescentes, ainda hoje, passam, como álcool e drogas. É um livro bastante completo que vai cativar qualquer leitor independentemente da idade.


Eu gostei imenso dos personagens, a Isabel é aquela rapariga que rapidamente nos identificamos, ela tem problemas que qualquer jovem já teve e é completamente mágico ver esta versão dela. A Isabel é muito dedicada aos amigos e isso foi algo que gostei imenso e também vive tudo de uma maneira muito forte. Tal como muitos jovens com esta idade, não sabe muito bem o que fazer no futuro, eu também fui assim e lendo este livro arrependo-me de à 8 anos atrás ter entrado logo na universidade em vez de ter mais calma e pensar melhor o que queria. Eu acho que deve-se a que na minha altura já tinha todos os colegas a irem para a universidade e eu não queria ficar para trás, o que hoje arrependo-me profundamente. 

O Afonso eu fiquei completamente apaixonada por este rapaz. Ele é trabalhador e lutador, o que mais admirei nele é que ele queria ser alguém por ele mesmo em vez de utilizar o nome do pai para subir na carreira. Fora isso, achei-o com uma personalidade fantástica, tal como a própria Isabel diz no livro, ele não é perfeito e adorei que a autora tenha colocado este colocado isto na história, porque ninguém é perfeito, mas é aquela rapaz que cativa imenso e sim, tive imensa pena dele no início e chorei horrores com a história dele e da Isabel (quem leu vai perceber). Relativamente ao Simão eu não tenho uma grande opinião, a verdade é que infelizmente eu conheço pessoas que também andaram no mesmo "mundo" e a única coisa que sentia ao ler as suas atitudes era pena. A verdade é que ele precisava de atenção e sim, eu tenho conhecimento de causa, a Isabel não poderia fazer muito mais do que fez, ele é que tinha que decidir mudar e, na minha opinião, ela deveria ter tido uma atitude bem mais cedo.

Esta história relata vários temas da adolescência e eu achei que a Helena conseguiu relatar na perfeição. Ao longo da narrativa temos assuntos como amizades, relações amorosas, sexo e saídas à noite, mas outras mais pesadas e que têm que ser discutidas como sinceridade, assédio, drogas e álcool. Tudo é tratado de uma forma bastante bonita, mas que vai chocar o leitor, o que acredito que é a melhor maneira para que os leitores compreendam as mensagens e não façam as mesmas asneiras. Esta história também passa-se numa altura em que as redes sociais ainda não ganharam a sua importância e é bastante interessante ver este lado num romance, torna-se assim diferente e até dá uma certa nostalgia porque quem lembra-se do ano de 2004 sabe bem o quanto é verdade todas as peripécias que a Isabel passa. Quem é adolescente hoje acredito que não vai identificar-se, mas é bom para saberem que os tempos mudaram e é giro para saberem como tudo era.

Outro aspeto que gostei imenso neste livro é que temos aqui quase um guia de viagem, alguns eu conheço bem como Lisboa, mas Cascais eu conheço pouco e ao ler este livro só apetecia-me pegar no meu carro e correr para lá para ver estes locais todos. Mas já para não falar de Madrid, eu este ano vou a Barcelona, mas Madrid é sim uma cidade que também quero imenso conhecer e após esta leitura ainda fiquei com mais curiosidade. Não sei se consigo lá ir para o ano que vem, mas assim que for tenho a certeza que voltarei a pegar neste romance e irei apontar todos os locais por onde estes personagens andaram, sem dúvida um guia fabuloso. Obrigada Helena!


O título deste livro não poderia ser mais indicado, a Isabel é uma "rapariga como nós" e acredito que qualquer leitora, tenha a idade que tiver, vai identificar-se com esta personagem. Afinal de contas esta jovem é bastante simples e normal, os problemas dela são reais e em qualquer momento qualquer rapariga teve os mesmos problemas ou passou por situações idênticas. A autora soube construir este universo de uma forma maravilhosa, o livro é bastante forte e intenso, de forma a chocar quando é preciso e emocionar também quando necessário. Tenho que admitir que chorei imenso em várias partes, eu já estou habituada a chorar em vários livros, mas neste aconteceu logo no início e não estava nada à espera. Este é daquele tipo de livros que, na minha opinião, tem que ser lido por todos os jovens, ele mostra tudo o que devem saber e além disso ainda temos um romance maravilhoso. 

Se preciso de dizer algo menos bom, é que talvez os capítulos do passado da Isabel (quando ela era mais nova) achei que foram um pouco longos de mais. Mas quando cheguei ao final até gostei, porque é ali que conhecemos a Isabel e o porquê de ela ter aceite muito das coisas do Simão. O restante do livro é algo sensacional e não consigo apontar nenhuma outra crítica, a Helena foi uma mestre na execução desta história.

Por último, tenho que dizer que a escrita da Helena Magalhães é algo que surpreendeu-me imenso, não estava nada à espera de algo tão elaborado e que parecia que já tinha escrito milhares de livros. Só posso dizer que a Helena sabe o que faz e tem aquela veia de escritora que poucos têm e este livro maravilhoso é a prova disso. Esta mulher é uma escritora fabulosa e com este livro só veio mostrar que ela consegue! Raparigas como Nós é um romance incrível que recomendo imenso e claro foi impossível dar menos que 5 estrelas no goodreads!

Leitura com o apoio: