09/05/2022

Opinião | "Culpa Minha" de Mercedes Ron

 


Assim que este livro foi anunciado eu fiquei bastante curiosa, a sinopse estava incrível e tinha tudo para ser uma excelente leitura. E realmente foi e ainda conseguiu surpreender-me porque se no início parecia ser um típico cliché, na verdade é muito mais onde temos passados traumáticos e um grande desenvolvimento dos personagens.

Neste livro vamos conhecer a Noah, uma jovem que no Verão do último ano é obrigada a mudar de casa e escola porque a sua mãe acabou de casar novamente e ela é tem que ir com a mãe deixando para trás os amigos e o namorado. É nesta nova cidade que vai conhecer o Nick, que é o filho do novo marido da mãe, e ele não é bem o que a sua mãe lhe tinha dito. O Nick é um pouco mais velho que ela e rapidamente ela descobre que ele esconde segredos do pai e rapidamente vê-se envolvida no mundo dele que vai trazer-lhe algumas memórias do passado e bastantes problemas.

Quando comecei a leitura admito que desanimei um pouco porque parecia ser "mais do mesmo" com o típico rapaz rico e mimado e uma jovem inocente obrigada a deixar tudo para trás para ir viver em outro local com a mãe. Parecia ser muito cliché e não estava a ver para onde a história iria. Mas, quanto mais vamos lendo, percebemos que algumas coisas estão erradas e que afinal podemos ter algo muito mais forte, e até mesmo traumático que vai mudar por completo o rumo da história.

A Noah, e até a própria mãe, escodem segredos do passado que vão influenciar bastante o presente e que ambas ainda não conseguiram esquecer. Este livro vai tratar de um assunto, que não é propriamente novo, mas que a autora conseguiu desenvolver bastante bem e com um cuidado extremo ao ponto de nunca romantizar (pelo contrário) e mostrar todas as consequências das decisões. Eu gostei imenso da personagem da Noah, é uma jovem que sofreu bastante e ao longo do livro é notório a sua evolução enquanto jovem que pensa no que quer para si mesma. Sim, é bastante influenciável, mas quando pensamos na idade dela é até normal, por isso não recrimino. 

Já o Nick tenho que dizer que desde o início irritou-me imenso e não é por não termos a versão dele, pelo contrário, os capítulos são alternados entre os dois e por isso sabemos o que ele faz e o porquê. Só quase no final é que vemos o Nick a ter atitudes mais certas e a decidir por ele mesmo o que quer. O problema é que quase todo o livro ele é um menino rico e mimado que só quer ir contra as regras do pai. Mas tenho que dizer que gostei de descobrir o "segredo" dele, é fofo, identifiquei-me e deixou-me a querer ver mais dele porque percebemos que ele ainda não mostrou tudo.

"Culpa Minha" é um romance jovem que retrata temas interessante, a escrita da autora é bastante envolvente e do meio até ao fim é impossível largar o livro porque só queremos saber o que vai acontecer. O final em si é dramático, até de mais talvez, mas eu gostei, achei interessante, previsível, mas gostei e estou ansiosa para ler o segundo e para perceber para onde esta história vai.

Uma mistura entre "After" e "Já Te Disse Que..." que gostei imenso, acho sinceramente que está superior a qualquer um destas e estou com altas expetativas para o segundo. Também espero que todos os problemas tóxicos que vi no início desta relação, sejam melhorados e resolvidos no próximo (ou não, por isso é que temos mais dois livros), mas sem dúvida que estou bastante curiosa para saber o que vai acontecer a seguir.

Leitura com o apoio: Editorial Presença

27/04/2022

Novidade | "Culpa Minha" de Mercedes Ron

É já no próximo dia 04 de maio que chega pela Editorial Presença o primeiro volume da série "Culpados" de Mercedes Ron, assim que vi a capa e li a sinopse eu sabia que seria um livro obrigatório e claro que estou ansiosa para pegar nele. Acredito que será uma história muito boa do meu género favorito e mal posso esperar para o ter nas mãos e ler esta história.

Enquanto isso, deixo a capa e a sinopse para aguçar a vossa curiosidade:


SINOPSE

A FRONTEIRA ENTRE AMOR E ÓDIO PODE SER MUITO FÁCIL DE PASSAR... 

PERIGO, PAIXÃO, AMOR. DUAS PESSOAS QUE SÃO O OPOSTO UMA DA OUTRA. NOAH E NICHOLAS SAO UM FOGO INTENSO... 

Nicholas Leister foi criado para complicar a minha vida. Alto, olhos azuis, cabelo preto... Parece lindo, não é? Pois, mas se vos disser que representa tudo, mas mesmo tudo aquilo de que fujo desde que me lembro de existir… Se calhar, já não parece tão lindo assim… 

«Perigo.» Foi esta a primeira coisa em que pensei quando o conheci e descobri que ele mantém uma vida dupla escondida do pai milionário. Como é que acabei por me apaixonar? Fácil: com aqueles olhos, ele virou o meu mundo de cabeça para baixo. 

A NOVA TRILOGIA SENSAÇÃO PARA FÃS DE ALICE KELLEN E ANNA TODD


LANÇAMENTO: 04 DE MAIO

14/04/2022

Opinião | "A Sombra da Água: Metamorfose" de Carolina Rodrigues

 


Assim que a Carolina contactou-me e eu vi a capa do seu livro fiquei logo completamente rendida. Esta capa é simplesmente linda e eu sabia que iria querer ler esta história. Depois fui ler a sinopse e sabem aquele momento que percebem que o livro é para vocês? Foi isso que senti e assim que chegou cá a casa comecei logo a ler e foi fantástico. O livro é curtinho, por isso é uma leitura bastante rápida e o melhor é que a Carolina construiu um mundo tão interessante que eu só queria saber o que iria acontecer a seguir e não queria terminar. 
Neste livro conhecemos a Mar, uma jovem aparentemente normal, mas quando os seus pais são mortos ela conhece o Alex que a pretende ajudar a entender o que aconteceu. É aqui que tudo muda e ela vai descobrir um mundo que até então ela não sabia que existia. 

O livro tem um ritmo bastante rápido e gostei bastante disso. Ficamos presos a todos os acontecimentos e, tal como a Mar, vamos descobrindo junto com ela este novo mundo. Este é o primeiro livro por isso é uma introdução a este universo, já gostei do que nos foi apresentado aqui, mas acredito que ainda exista muitas coisas que não sabemos e estou louca para descobrir. 

Relativamente aos personagens, tenho que dizer que adorei a Mar e o Alex, achei que foi uma boa introdução aos dois, a autora soube mostrar o que era realmente importante e priorizar o essencial. A Mar está a descobrir algo completamente novo e é normal toda a "montanha russa" de sentimentos e isso é bastante notório ao longo da trama. 

Neste livro, a autora trata o tema da Atlântida de uma forma bastante peculiar, sim já li vários livros sobre este tema, mas aqui ela está mais próxima de nós do que imaginamos e isso foi uma agradável surpresa. A forma como a Carolina pensou neste local (têm que ler para descobrir) é bastante inovador e curioso. 

Por último, tenho que dizer que cheguei ao final do livro com aquele sentimento de que quero mais, os protagonistas têm uma química enorme e mal posso esperar para saber para onde esta história vai. Tenho a certeza que ainda existe muito para descobrir e já só quero a continuação. 

Por favor Carolina não demores muito a escrever o próximo e muito obrigada pela oportunidade de ler a tua história!

Leitura com o apoio da autora!

19/08/2021

Opinião | "Um Amante Perigoso" de Nicole Jordan

 

Este é o 5º livro da série Duelos de Sedução e eu adoro, é romance de época maravilhoso, com histórias envolventes, personagens incríveis e muito rápido de ler. O primeiro livro é sem dúvida o mais fraquinho e sei de pessoas que não continuaram por causa dele, mas acreditem, a partir do segundo existe uma evolução enorme e ficam livros que são impossíveis de largar. Este novo é exatamente assim, desde a primeira interação entre os dois personagens principais eu fiquei logo rendida. A Nicole Jordan tem a peculiaridade de dar ao leitor uma história intensa, mas recheada de muita comédia o que faz com que seja aquela leitura perfeita para quando queremos um romance divertido e que deixa o leitor a torcer pelo casal principal até ao fim.

Em “Um Amante Perigoso” vamos conhecer a Madeline, uma jovem que está a ir para Londres de forma a arranjar emprego, mas no meio do caminho descobre que um homem do seu passado a seguiu e quer que ela seja sua amante. Na sua fuga vai encontrar Rayne Kenyon, conde de Haviland, que a ajuda naquele momento. Quando ele descobre a identidade de Madeline, Rayne sente que tem a obrigação de a ajudar e promete levá-la a conhecer a sua vizinha que acredita que vai 
arranjar-lhe emprego. Claro que no meio de viagens e de esperas, estes dois vão passar muito tempo juntos e são feitas duas propostas que vão alterar por completa a vida de ambos.

Tal como nos livros anteriores temos aqui uma mulher forte e independente, a Madeline vai atrás do que precisa para viver. Ela não tem ilusões, apenas quer ser feliz, ela não liga a dinheiro e aos títulos, apenas deseja o melhor para si. Eu gostei imenso desta personagem porque ela é frontal e bastante realista. No início vemos uma jovem solitária que vai crescer imenso ao longo da narrativa. As amizades que ela faz são surpreendentes, até mesmo para ela, e é lindo ver a relação com as irmãs que conhecemos nos primeiros livros. Mas a Madeline tem um irmão que vai dar-lhe dores de cabeça, como protetora que é vai querer resolver as atrapalhadas que o irmão se mete e só mostra o quanto ela ama a família, mesmo que se meta em problemas que não são diretamente dela. Madeline é uma personagem que facilmente cativa o leitor e sentimos uma simpatia enorme por ela, queremos ser sua amiga e ajudá-la em tudo o que precisar.

O Rayne tenho que admitir que surpreendeu-me, achava que não iria gostar dele, mas enganei-me. Ele quer casar e faz um acordo com Madeline que pensa ser meramente por conveniência, ele não quer amor e muito menos uma relação e pensa que ela é a sua melhor opção. Este personagem foi uma grande surpresa, ao longo do livro vamos conhecê-lo melhor e perceber que ele é muito mais do que aparenta. Percebi que ele tem um lado protetor e até mesmo carinhoso que levou a ficar rendida a ele. A família dele, principalmente a avó, são pessoas bastante desagradáveis e a forma como ele lida e enfrenta toda a situação é muito inteligente a adorável. Ver este personagem a evoluir foi maravilhoso e se pensava que o seu livro seria o mais fraco estava completamente enganada, adorei!

O romance é ligeiramente lento, mas eu gostei, porque afinal de contas estamos a falar de dois desconhecidos e adorei que a autora não apressou. Também temos um mistério que torna a história ainda mais interessante. Queremos saber o que vai acontecer e ficamos presos não só ao romance mas também queremos entender como tudo vai ser resolvido.

“Um Amante Perigoso” é uma leitura rápida e bastante amorosa, com personagens incríveis, fortes e uma evolução incrível. Para quem gosta de romances de época têm que ler esta série. Este livro em específico pode ser lido individualmente, mas acreditem, vão perder alguns aspetos sobre o personagem masculino e até sobre o ambiente onde a história se passa, por isso aconselho a lerem a série por ordem, o primeiro é o mais fraquito, mas a partir do segundo só melhora cada vez mais e acreditem que vão surpreender com estas mulheres maravilhosas.


Opinião dos livros anteriores desta série:

Livro 1: Prisioneiros do Amor

Livro 2: Mestre da Sedução

Livro 3: Suave Conquista

Livro 4: Conquistar um Sedutor


Leitura com o apoio: