07/06/2019

Opinião | "Mil Beijos" de Tillie Cole

Título: Mil Beijos
Autor: Tillie Cole
ISBN: 9789897800894
Edição ou reimpressão: 05-2019
Editor: Quinta Essência
Idioma: Português
Dimensões: 156 x 233 x 25 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 368

Sinopse: Um rapaz. Uma rapariga. Um elo que se forma num segundo. Um amor que nem o tempo ou a distância poderão destruir, pois é eterno…
O jovem Rune Kristiansen está de regresso a Blossom Grove, na Georgia. Foi nessa pacata vila que, com apenas cinco anos, conheceu o amor da sua vida: Poppy Litchfield. Foi lá que cresceram juntos, que planearam um futuro a dois. Quando Rune foi obrigado a partir, os jovens trocaram juras de amor eterno. Poppy prometeu esperar… e subitamente, deixou de dar notícias.
O que terá levado Poppy a remeter-se ao silêncio?
Como pode ela ter esquecido tudo o que viveram juntos?
Para poder avançar com a sua vida, Rune está decidido a deslindar o mistério do afastamento de Poppy. E também completar uma estranha e já antiga missão.
Mas Rune não podia adivinhar que o pior golpe ainda está para vir….
Depois de ler Mil Beijos, dificilmente irá esquecer o nome da sua autora, Tillie Cole. Vai rir, vai chorar, e vai reviver também o grande amor da sua vida…

OPINIÃO:
Iniciei esta leitura sem grandes expectativas, a verdade é que achava que seria um romance juvenil igual a muitos outros que já li, mas estava completamente errada e este livro deixou-me completamente de rastos. Eu não imaginava que seria tão bom, chorei imenso com esta leitura mas valeu a pena cada lágrima e cada momento destes dois personagens tão maravilhosos. A autora conseguiu surpreender-me imenso com todas as emoções que colocou neste livro e eu não estava nada à espera.

Neste livro a autora apresenta-nos a Poppy e o Rune, dois jovens que conhecem-se neste crianças e com os anos rapidamente a amizade passa para um romance maravilhoso. Estes dois são aquele casal que na escola todos sabem que são inseparáveis, sendo vizinhos eles cresceram juntos, viveram tudo juntos e desde jovens que acreditavam que iriam ficar juntos para sempre, ou sejam eram inseparáveis. Mas quando o pai do Rune tem que mudar de país tudo muda, eles são muito jovens e claro prometem mil e umas coisas, uma delas era falarem todos os dias. Mas novamente algo acontece e de um momento para o outro o Rune não sabe nada da Poppy, ela já não atende, soube que mudou de cidade e ele estando tão longe fica anos sem saber nada dela. Uns anos depois Rune volta à cidade onde conheceu Poppy e descobre que também ela acabou de chegar à pouco tempo, agora é a hora de descobrir segredos do passado e quando pensava que o pior já tinha passado, nada preparou-o para o que iria descobrir.

Ler este livro foi uma "montanha russa" de emoções. No início não esperava nada dele, depois fiquei curiosa para saber o que tinha acontecido e quando veio o choro e aquele aperto no coração só queria agarrar estas personagens e alterar o destino delas. Mil Beijos é uma das histórias mais lindas e românticas juvenis que já li, mas também uma das mais cruéis e diretas. Os personagens são muitos jovens e não é por isso que deixa de ser menos maravilhoso, pelo contrário, só torna tudo mais forte e até difícil. Após ler este livros li algumas opiniões que a relação deles era impossível, porque jovens desta idade não comportam-se desta maneira e tenho que dizer que podem sim, eu própria conheço um casal que hoje são maiores de idade e conheceram-se na primária e desde aí que namoram. Claro que no início era tudo uma "brincadeirinha" mas foi evoluindo tal como a história dos personagens deste livro e ainda hoje estão juntos. Por isso sim, é possível, mas admito sim que não é normal.


Quando comecei esta leitura eu não sabia nada sobre ele, apenas sabia que era um romance entre dois jovens e pouco mais e é assim que eu digo que têm que ir para conseguirem absorver todo o conteúdo fabuloso. Não queiram saber muito mais daquilo que está nesta opinião, porque afinal a verdadeira emoção desta história é conhecer página a página o que vai acontecer com estes personagens. Apenas saibam que vão ler uma fabulosa história de amor, recheadas de reviravoltas e que os personagens têm que aprender dia-a-dia com essas mudanças.

O romance entre entre dois personagens foi sem dúvida o que mais gostei. A relação deles é tão bonita e forte que sentimos realmente o que eles estão a viver. O romance é tão puro e belo que apaixona qualquer pessoa, sentimos o quanto eles lutam um pelo outro, sentimento o quanto a amizade é tão forte que depois cresce para um amor tão bonito e intenso. Percebemos rapidamente o quanto eles se amam e ver o quanto eles sofrem por este amor é algo tão bonito e forte que sendo algo que começou tão jovem eu vi em poucos livros (e como eu já disse, conheço um casal que a história começou exatamente assim, por isso sim, é possível). Eu nem tenho palavras para descrever o quanto chorei por este casal, a autora escreve de uma forma tão profunda e intensa que é completamente impossível sermos indiferentes a tudo o que acontece na vida destes jovens e sim, chorei litros, mas cheguei ao final com uma alegria enorme por ter conhecido esta história maravilhosa, que verdade seja dita ensina tanto que começamos a pensar no que é realmente importante na nossa vida. O amor destes dois é sem dúvida um dos mais lindos que já li, ambos sofrem tanto sendo tão jovens que mesmo pensando "mas são jovens, vai passar", depois vemos que o tempo apenas aumentou este sentimento e chegou a ser sufocante ler todos estes sentimentos deles.

Outro aspeto positivo que gostei imenso que a autora tenha colocado neste romance é que as personagens não são meramente dois jovens que se apaixonam um pelo outro, como qualquer pessoas, todos temos gostos diferentes de cada um e Tillie Cole soube construir a personalidade de cada personagem de uma forma magnífica. A Poppy tem uma paixão pela música e é lindo ver tudo o que o Rune faz por esta paixão dela. Ela também é uma rapariga super doce e muito positiva, talvez um pouco positiva demais, mas é tão lindo ver como ela encara a vida que é sem dúvida uma  grande inspiração. Eu admito que reclamo muitas vezes de pequenas coisas e esta história fez-me pensar inúmeras vezes se realmente é preciso reclamar ou se é melhor aproveitar tudo o que tenho de bom. Já ele, tem um especial encanto pela fotografia e também é muito encantador a forma como ele lida com esta paixão. O Rune é um jovem que torna-se um pouco difícil, ele está bastante chateado com a vida e com tudo o que levou a Poppy para longe dele e isto faz com que ele torne-se o típico "bad boy", mas novamente é lindo ver a evolução dele. Rune e Poppy juntos são tão lindos e mágicos que só tenho a dizer que o final, mesmo já esperado, foi um dos piores de digerir, mas faz sentimento para a história e mesmo tendo chorado horrores eu amei (sim já disse milhares de vezes que chorei com este livro, mas vou continuar a dizer, porque basicamente foi só isso que fiz durante esta leitura).

Também tenho que falar aqui do frasco de conserva com corações cor de rosa feitos de papel que foi dado à Poppy pela sua avó onde o objetivo é ela escrever os mil beijos do seu amado (daí o título do livro) e que foi uma das promessas mais bonitas e interessantes que já li. Logo no início do livro a avó da Poppy dá-lhe este frasco e a mensagem é tão bonita que realmente foi algo que a autora conseguiu desenvolver muito bem. É também graças a este frasco que vemos a relação da Poppy e do Rune a mudar de uma grande amizade para algo mais e eles são crianças e é tão fofo ver estes dois a conhecerem novos sentimentos nunca antes sentidos que só torna este romance mais especial, afinal o primeiro amor nunca se esquece e é verdadeiramente especial ver estas primeiras descobertas.

Para mim é um dos melhores livros que li nos últimos tempos, mas se tiver que dizer algum aspeto negativo é que é bastante previsível e alguns acontecimentos já lemos em outros livros idênticos, mas eu adorei tanto esta história porque eu amo os chamado clichés, por isso para mim não foi um problema, pelo contrário, só fez eu gostar mais. Tenho que parar de escrever sobre este livro, quando gosto de uma leitura custa-me imenso iniciar a escrita da opinião, mas depois empolgo-me que fica gigantesca, afinal de contas eu quero realmente mostrar o quanto este livro é bom e merece ser lido por muitas pessoas. Tenho a certeza que o romance da Poppy e do Rune irá ficar na minha mente durante muito tempo e que não irei esquecer tão rápido, afinal é cheios de lições que vou levar para a vida. É lindo e super emocionante e se gostam de um bom romance que irá prender do início ao fim e que vos fará chorar litros, então peguem rapidamente neste que não se vão arrepender. 

Leitura com o apoio:

28/05/2019

Divulgação | "Tempestade de Guerra - Parte 1"

No início deste mês, a Saída de Emergência publicou a primeira parte do último livro da série A Rainha Vermelha. Relativamente a esta série eu tenho várias opiniões diferentes, os dois primeiros livros foram leituras que costuram um pouco a terminar, mas o terceiro foi uma reviravolta total e fiquei completamente apaixonada por este mundo.
Se começaram o primeiro livro e acharam que não iam gostar, têm que dar uma segunda oportunidade, o terceiro livro vale muito a pena, é tão diferente e maravilhoso que não o conseguem largá-lo e principalmente vão compreender tudo o que a autora criou nos livros anteriores. Quando cheguei ao final de "A Jaula do Rei" eu só queria pegar no quarto e finalmente temos esta oportunidade e a primeira parte já está disponível em todas as livrarias!


A vitória tem um preço.
Mare Barrow aprendeu rapidamente que para vencer é preciso pagar um preço muito alto. Depois da traição de Cal, que praticamente a destruiu, Mare está determinada a proteger o seu coração e a continuar a lutar com os rebeldes para assegurar a liberdade de Vermelhos e sanguenovos. A jovem fará de tudo para derrubar o governo de Norta – começando pela coroa de Maven.
Mas para a guerra que se avizinha é necessário ter aliados poderosos. Conseguirá Mare lutar ao lado dos que a magoaram para assegurar a vitória? Ou será a rapariga-relâmpago silenciada para sempre?
Na primeira parte da conclusão desta extraordinária série, Mare terá de abraçar o seu destino e convocar todo o seu poder. Quem sobreviverá aos testes que se aproximam?

Podem ler a minha opinião dos livros anteriores:

Uma série publicada por:

27/05/2019

Opinião | "Sangue e Fogo - Volume 1 - Parte 2" de George R. R. Martin

Título: Sangue e Fogo - Volume 1 - Parte 2
Autor: George R. R. Martin
ISBN: 9789897731464
Edição ou reimpressão: 02-2019
Editor: Saída de Emergência
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 228 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 400

Sinopse: A emocionante história dos Targaryen ganha vida neste trabalho magistral do autor de As Crónicas de Gelo e Fogo.
A Casa Targaryen governa Westeros. O Velho Rei e a Boa Rainha morreram. Os herdeiros do Dragão perfilam-se para a sucessão numa época aparentemente tranquila. Mas as sementes da guerra ameaçam estes tempos de paz e a ambição levará a uma batalha feroz pela posse do tão ambicionado Trono de Ferro.
Porque foi a Dança dos Dragões tão devastadora para os Sete Reinos? Quem é o legítimo herdeiro do Dragão? E que papel desempenhou a Casa Stark nesta luta de poder? Estas são algumas das questões a este livro dá resposta pela mão de um reconhecido meistre da Cidadela e das quarenta e seis ilustrações a preto e branco.
Sangue & Fogo apresenta pela primeira vez o relato completo da dinastia Targaryen, permitindo uma compreensão perfeita da fascinante, dinâmica e por vezes sangrenta história de Westeros.

OPINIÃO:
Esta é a tão aguardada continuação de Sangue e Fogo - Volume 1. Eu adorei a primeira parte, principalmente a história do Rei Jaehaerys I e a Rainha Alysanne, eu chorei com tudo o que eles passaram. Mas sabemos desde o final do livro anterior que eles tiveram muitos filhos e ainda existem outros que acham que também são herdeiros do trono e vamos ter muitas intrigas e guerras pelo poder.

Esta segunda parte é mais focada em aspetos de luta pelo Trono de Ferro e temos as algumas das famosas batalhas. Temos mortes e é derramado muito sangue, principalmente de inocentes, mas é a guerra e este livro começa logo bem forte e a mostrar todas as consequências destas guerras. O mais interessante deste livro é a forma como ele é escrito, parece realmente que estamos a ler um livro de história e é espetacular porque temos os pormenores daquilo que se sabe, tornando a leitura bastante interessante. 


Um dos temas retratados neste livro, e talvez o que estava mais curiosa para saber, é a Dança dos Dragões. Na série As Crónicas de Gelo e Fogo, temos alguns pormenores sobre esta guerra e sempre tive imensa curiosidade e aqui temos tudo explicado de forma a entendermos o porquê que acontece e o que leva a que aconteça. A partir daqui as consequências são gigantescas para a família Targaryen, e nada volta a ser como o mesmo. É um livro pesado, cheio de emoções, muitas guerras e conflitos que fazem o leitor ficar cheio de ansiedade a cada nova página.

A família Targaryen é a minha favorita desde que entrei neste mundo e por isso ler tudo o que aconteceu com eles, por um lado é maravilhoso, mas por outro é bastante triste perceber o que realmente aconteceu. E sim, é um livro sobre os Targaryen, mas estamos a falar de como tudo começou, por isso é sim um livro obrigatório para todos o que querem saber mais sobre este mundo criado por George R. R. Martin. Sangue e Fogo faz com que qualquer fã desta saga se apaixone ainda mais por este mundo e fique a conhecer cada pormenor desta história. 

Ler este livro foi como voltar a estudar história, mas agora de uma maneira muito mais interessante e com uma vontade muito mais. Cheio de guerras, intrigas e principalmente problemas familiares, é uma história bastante intensa e ao mesmo tempo triste. Afinal de contas percebemos que o poder é mais importante que a própria família e mesmo sabendo que é normal, dá muito que pensar. A verdade é que saber cada pormenor sobre esta família é um prazer enorme e quando cheguei ao final até fiquei com lágrimas nos olhos, porque eu não queria que acabasse e já estou ansiosa que seja lançado o volume 2.

Opinião do livro anterior:

Leitura com o apoio:

Opinião | "Tempo Fora do Tempo" de Sherrilyn Kenyon

Título: Tempo Fora do Tempo
Autor: Sherrilyn Kenyon
ISBN: 9789897103308
Edição ou reimpressão: 02-2019
Editor: Edições Chá das Cinco
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 228 x 19 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 304

Sinopse: O tempo fora do tempo está a chegar… Kateri Avani tem sido atormentada durante toda a vida por sonhos que não compreende. Imagens de locais onde nunca esteve e de um homem que nunca viu, que tanto luta ao seu lado como a apunhala até à morte.
A sua busca por respostas leva-a a Las Vegas, onde espera finalmente silenciar os demónios na sua mente. O que ela não esperava era ficar frente a frente com o guerreiro que a assombrou e que pertence a um mundo que a cientista em si se recusa a acreditar que é real.
Ren Waya voltou dos mortos para desafiar a profecia a que deu início há milhares de anos. O mal contra o qual sempre lutou está de regresso e persegue a única pessoa que Ren não pode combater. A única pessoa que, contra a sua vontade, pode evitar que o mundo acabe.
Ren já se sacrificou uma vez. Estará ele disposto a fazê-lo novamente?

OPINIÃO:
Mais um livro de Sherrilyn Kenyon e novamente a autora não desilude. Sim, esta série é gigantesca e temos imensos livros, mas cada novo é uma nova aventura e traz grandes surpresas. Este em específico foi uma grande surpresa porque é forte e acontece algo realmente grandioso na terra que pode sim alterar tudo o que conhecemos. Já sabemos que este mundo que a autora criou é gigantesco e acontece muitas coisas ao mesmo tempo, mas depois de tantos livros já era altura de termos algo que acontecesse. Sabemos ao longo dos vários livros que uma grande guerra está por vir e cada livro a livro vamos conhecendo as personagens que, acredito eu, vão ser importantes no final, mas este livro teve outro objetivo.

Tempo Fora do Tempo é o início do Apocalipse e os nossos personagens têm que lutar para conseguirem colocar tudo em ordem e ainda têm que passar por cada aventura que admito, algumas vezes o meu coração não aguentou. Quem acompanha esta série sabe o quanto a autora é mestre em aumentar este universo e mostrar ao leitor algo novo e criativo que não estava nada à espera. Como sempre digo, Sherrilyn Kenyon sabe o que faz, por alguma razão é a rainha do paranormal.


A história é bastante envolvente do início ao fim e eu apaixonei-me por cada personagem. A história delas é simplesmente linda. Ambas têm um passado não muito bonito e quando conhecemos cada um é simplesmente apaixonante. O Ren é daquelas personagens que quando soube o que ele passou queria entrar na história e abraça-lo, é triste e bastante comovente e só queria que ele tivesse toda a alegria que merece. A Kateri é uma jovem guerreira bastante confiante, inteligente e muito interessante. A autora soube desenvolver bastante bem esta personagem, mostrando que uma mulher também pode ser sim a heroína da história.

Tal como é habitual nos livros desta série, temos personagem com um passado bastante trágico, mas ao mesmo tempo temos momentos sarcásticos e cheios de humor que vão fazer o leitor sorrir em diversas partes. A verdade é que este livro é forte, mas a autora soube fazer a mistura do sério e do divertido de uma forma perfeita. Temos personagens com personalidades bastante diferentes e únicas, histórias nunca antes contadas neste universo, conflitos e guerras gigantescas que faz o leitor ficar preso a cada trama e juntando a isto ainda temos os momentos de romance indicados a este tipo de história.

A única critica que faço a este livro é que o final foi muito rápido, mas depois de tantos acontecimentos compreendo que a autora quisesse dar um final simples e digno, mas vou ser sincera, acho que mais um ou dois capítulos chegava para ficar perfeito. Mas pelo contrário, este livro traz-nos outros personagens que à muito esperava-mos para saber mais, um deles em específico eu sempre adorei e quando ele apareceu aqui fiquei super contente. Visto ser como o "final do mundo" claro que temos a presença de certos personagens icónicos que fizeram-se suspirar de emoção quando eles entraram em cena, é tão bom saber mais sobre cada um. Um dos aspeto que eu adoro nesta autora é exatamente isto, ela pode terminar um livro de um personagem, mas não o esquece e na altura certa ela traz de volta a personagem e dá a oportunidade ao leitor de conhecer o que está a acontecer na vida dele.

A autora sabe o que faz e novamente mais um livro dela arrebatou-me completamente. Mesmo depois de tantos livros eu não me canso deste universo, pelo contrário, cada nova história é uma maravilha de novidade e é tão lindo ver o crescimento deste universo. O livro é divertido, emocionante e cativante, mas também é muito intenso, acho que de todos é aquele onde realmente pode correr mal e se isso acontecer não à volta atrás. Assim sendo, os personagens estão diferentes, temos um ambiente mais pesado e sombrio, mas a autora soube conjugar tudo muito bem e faz com que o livro seja muito bom. Eu sou completamente apaixonada por esta série, por favor deem uma oportunidade a esta autora, sei que são muitos livros, mas compensa imenso ler cada um. Este é um mundo paranormal super bem construído, com personagens fortes e criativas e uma escrita soberba. Acredito que vão adorar, Sherrilyn Kenyon é a rainha do romance paranormal.

Leitura com o apoio: