01/08/2018

Opinião | "S.D.S. - Sexo, Drogas e Selfies" de Francisco Salgueiro

Título: S.D.S. - Sexo, Drogas e Selfies
Autor: Francisco Salgueiro
ISBN: 9789897419720
Edição ou reimpressão: 06-2018
Editor: Oficina do Livro
Idioma: Português
Dimensões: 225 x 225 x 15 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 256

Sinopse: Joana perdeu a virgindade aos doze anos e é uma das raparigas mais populares do colégio.
Ela e as amigas, aparentemente perfeitas para os pais, escondem um dia-a-dia de sexo com estranhos, sem preservativo, e muitas drogas. Noites levadas ao limite para contornarem o aborrecimento de um quotidiano em que estão sempre agarradas ao telemóvel.
É o retrato de uma geração que não vive o momento, porque cada instante só lhe parece real se for registado pela câmara de um telemóvel. É a geração que depende das selfies e dos likes.
Em pouco tempo, a vida da Joana e das amigas toma um rumo inesperado, e entra numa espiral descontrolada que condiciona definitivamente o seu futuro.

OPINIÃO:
Mais um livro sobre adolescentes do Francisco Salgueiro e eu estava super curiosa para o ler. Os dois anteriores eu gostei bastante, ambos são bastante chocantes e mostra a "realidade" de alguns jovens e por isso estava ansiosa para ver o que o autor iria fazer neste terceiro livro. Mas basicamente este terceiro livro era aquilo que eu pensei após ler os dois anteriores. Quando eu os li já tinha uns 19 ou 20 anos e já tinha idade suficiente para saber o que era certo e o que era errado, mas o problema era as crianças que leram aqueles livros muito mais novos e eu sabia bem como os jovens pensam e até cheguei a comentar com os meus amigos que estes livros não deviam ser lidos por crianças porque iriam querer fazer tudo e mais alguma coisa mas pensavam que são mais espertos e nunca iriam ter os mesmos problemas que a Inês ou o Gonçalo. E é exatamente assim que este livro começa.

A Joana é uma das imensas jovens que leram o primeiro livro e pensa que é mais esperta que a Inês e acha piada fazer tudo o que ela fez e pensa que se fizer "as coisas bem feitas" não tem os mesmos problemas. A Joana e os amigos acham que conseguem fazer o que querem sem qualquer consequência e claro que não é bem assim. Ao longo do livro vamos ver todas as aventuras desta jovem e claro, todas as complicações que ela terá devido às suas decisões.

Estes livros de Francisco Salgueiro têm que ser lido com o maior cuidado e na altura vi imensos jovens a lerem e, tal como a personagem principal deste terceiro volume, pensavam que poderiam "divertir-se" igualmente como a Inês, mas que nada de mal iria acontecer. Por isso eu sou daquelas pessoas que diz que estes livros devem sim serem lidos pelos jovens, mas discutidos e analisados seja no ambiente familiar ou escolar. Principalmente para os pais é um "abre olhos" gigantesco, muitos nem imaginam no que os seus "filhos perfeitos" fazem ou têm acesso. O que eu digo é que estes livros são mais um "manual" para pais do que propriamente um livro para jovens, o que infelizmente muitos vêm como um guia.

O livro está muito bom, é chocante e retrata temas bastante mais atuais que se formos ler os dois anteriores percebemos que é muito mais antigo e hoje em dia os jovens têm outros problemas, que é o caso das redes sociais e o quanto estas podem influenciar os jovens. O título foi perfeito, não é só as drogas e o sexo que vai ser os problemas dos jovens, atualmente temos um outro que pode ser muito mais problemático que são as redes sociais e principalmente o que se publica nelas, daí o termo "selfies". Incluindo a parte do youtube que hoje tem um grande enfoque e que muitos jovens e crianças seguem pessoas com milhares de seguidores e que algo que eles dizem pode e vai influência o espetador e na maioria das vezes são crianças. Outro aspeto que gostei é que dentro deste assunto, também é abordado que nem tudo o que se mostra nas redes sociais é totalmente verdade, nunca sabemos o que a pessoa que está por detrás daquela foto realmente está a passar, ou seja, as aparências iludem e não se pode acreditar em tudo o que se vê na Internet.

O autor pegou em vários relatos que ele recebeu após publicar os livros anteriores e escreveu este livro, admito que talvez é um pouco exagerado tudo o que aconteceu com apenas uma jovem, mas conhecendo tudo o que se têm acesso "na noite", a "Joana" poderia ser muito bem real. É sim chocante, ao contrário do primeiro livro, este mostra consequências finais mais reais e fortes. Não é uma leitura simples, mas é bastante necessária para que os adolescentes de hoje percebam que tudo tem o seu tempo e que há coisas que é melhor nem sequer conhecer os seus efeitos, porque não compensa as consequências futuras.

Sexo, Drogas e Selfies é um retrato chocante da adolescência dos dias de hoje e que é ideal para os pais saberem o que os seus filhos estão expostos, mas também para todas os adolescentes saberem as consequências das suas escolhas. E não digam "eu sou mais inteligente e não vai acontecer nada comigo", porque era exatamente este o pensamento da Joana e o resultado foi este livro. Já os pais, não digam "os meus filhos nunca iriam fazer isso", porque acreditem como se diz "os mais santinhos são os piores" e Francisco Salgueiro mostra que não é por se ter dinheiro que não se faz porcaria, pelo contrário, ser rico até ajuda a ter mais facilidade às drogas, mas mesmo sem dinheiro, infelizmente os jovens têm sempre maneira de conseguir o que querem. Um livro excelente e que sem dúvida deveria ser lido por muitas pessoas!

Leitura com o apoio:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.