28/12/2019

Opinião | "Seca" de Neal Shusterman e Jarrod Shusterman

Título: Seca
Autor: Neal Shusterman e Jarrod Shusterman
ISBN: 9789897731549
Edição ou reimpressão: 04-2019
Editor: Saída de Emergência
Idioma: Português
Dimensões: 159 x 229 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 320

Sinopse: A seca já dura há muito tempo na Califórnia. E a vida da população tornou-se uma interminável lista de proibições: proibido regar a relva, proibido encher a piscina, proibido lavar o carro ou tomar duches longos. Até que as torneiras secam de vez. E é assim que, de repente, o tranquilo bairro onde Alyssa Morrow vive se transforma numa zona de guerra, onde vizinhos e famílias, outrora solidários, se digladiam em busca de água.
Quando os pais da jovem não regressam e a sua vida é ameaçada, Alyssa tem de tomar decisões impossíveis se quiser sobreviver. Um thriller fantástico que pode acontecer ainda no nosso tempo... e na nossa rua.

OPINIÃO:
Sinceramente eu não ia com grandes expectativas quando iniciei esta leitura, não sei porquê mas achava que não ia gostar. A verdade é que eu não sabia nada sobre esta história e no final ficou como um dos meus favoritos do ano passado. Ler esta história foi algo novo para mim, nunca senti-me desta maneira a ler um livro, ele deixou-me angustiada de tal forma que tinha que parar de ler. E tal como o título indica, retrata sobre seca e os autores conseguires descrever tão bem as sensações dos personagens que eu chegava a ficar com a garganta seca e tinha que ter uma bebida junto de mim.

Neste livro conhecemos uma realidade onde a água está a terminar, mas como até ao momento não tinha sido nada definitivo a população pensava que "mais cedo ou mais tarde tudo será resolvido". Acontece que não é bem assim, é precisamente o contrário e um dia "simplesmente" a água acaba sem qualquer aviso. Claro que isto gera o pânico entre as pessoas e é a partir daqui que vemos as diversas reações do "Homem" a situações que não está habituado. A trama foca-se num pequeno grupo de adolescentes e vamos acompanhá-los na sua viagem em busca de uma alternativa a esta situação toda.


Esta história é bastante intensa, o tema que retrata é tão forte que eu conseguia sentir o que os personagens estavam a viver. Chegava a ser doloroso e sufocante. O que torna a história mais leve é que é um livro sobre jovens, temos aqui um romance e uma espécie de triângulo amoroso (ou pelo menos uma tentativa) e eu não costumo gostar disto numa história deste género, mas ajudou a que tornasse algo mais acessível, como uma "lufada de ar fresco" durante estes acontecimentos tão fortes. Claro que não é o principal foco da históri, mas é fofo e torna a história mais "real", vamos ser sinceros, os adolescentes são sempre tão dramáticos que mesmo durante uma situação drástica como esta eu concordo que tudo aquilo era sim possível que acontecesse. Se os autores tivesse posto adultos a fazer aquilo, isso sim eu ia reclamar, acho que já não seria possível, mas entre adolescentes achei bastante verossível e só fez com que o leitor estivesse mais próximo aos personagens.

Seca foi muito bom, talvez de uma forma um pouco traumática mas muito bem escrita e desenvolvida. Temos muitos pontos de vista e isso ajuda o leitor a compreender a gravidade da situação em torna da procura por água. É uma viagem bastante angustiante, afinal todos precisamos de água e como é algo tão próximo da nossa realidade, torna este livro bastante pesado porque é bastante cruel e realista.

Aqui também temos muitos personagens, a que mais cativou-me foi sem dúvida a Alyssa, ela é uma jovem forte e bastante inteligente e adorei-a. Outra coisa que fez-me muita aflição foi a situação com o irmão da Alyssa, para quem tem irmãos mais novos (que é o meu caso) percebe a aflição desta jovem para conseguir manter o irmão mais novo calmo e claro, sobreviver a toda esta situação. Para mim foi angustiante colocar-me na situação dela, sinceramente não sei o que faria, nas passagens mais pesadas cheguei a chorar e nem foi pela situação em si, mas a pensar em ter um irmão meu naquela situação.

Foi uma experiência de leitura completamente nova, nenhuma outra fez-me ter estas sensações, foi estranho mas ao mesmo tempo só mostra o quanto o Homem é perigoso. Claro que já vivemos situações idênticas, mas como é uma realidade tão perto da nossa assusta imenso. A tensão da história está presente do início ao fim, não sabemos realmente o que está a acontecer e se a situação é possível ser revertida e a cada nova viagem destes jovens só faz termos menos esperanças.

Sem dúvida é um livro issencial e que deve ser lido e discutido por jovens e adultos, é uma lição de vida. A mensagem é das mais fortes e das mais importantes que eu já li, a verdade é que todos sabemos das preocupações ambientais e temos que poupar água, mas ler que realmente é algo tão frágil, muda a forma de pensar. e após esta leitura eu não fui a mesma. Com uma escrita leve e rápida, Neal Shusterman e Jarrod Shusterman conseguiram trazer um problema social que tem que ser debatido mais vezes. Um livro extraodinário que recomendo imenso, não consigo achar melhores palavras, é um livro grandioso!

Leitura com o apoio:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.