24/07/2017

Opinião | "O Espadachim" de Katharine Ashe

Título: O Espadachim
Autor: Katharine Ashe
ISBN: 9789898869173
Edição ou reimpressão: 07-2017
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 148 x 231 x 22 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 352

Sinopse: Saint Sterling é o melhor espadachim da Grã-Bretanha, amplamente respeitado pela alta sociedade. Contudo, esse respeito não foi suficiente para que pudesse ficar com a única mulher por quem se deixou enfeitiçar: Lady Constance Read. Seis anos depois do primeiro encontro fogoso, Saint e Constance voltam a cruzar-se, e não pelas melhores razões. Assustado com a morte e o desaparecimento de várias jovens em Edimburgo, o duque de Read, o influente pai de Constance, requisita os serviços de Saint: ele terá de ensinar Constance a defender-se. Mas existe uma ameaça: se recusar a missão, o duque tudo fará para que a reputação do espadachim fique manchada.
Sem alternativa, Saint aceita, e descobre que ainda deseja Lady Constance... ardentemente. Na intimidade das lições de esgrima, com o calor dos corpos e a sensualidade a fervilhar, os dois voltam a cair nos braços um do outro. Quebrando as suas próprias regras, Saint arrisca-se a perder tudo para proteger a mulher que ama de um assassino que procura a próxima vítima.

OPINIÃO:
Eu adoro romances históricos e assim que este livro foi divulgado eu sabia que precisava de ler. A capa é lindíssima, a Topseller está a fazer capas cada vez mais bonitas e esta está maravilhosa. A autora é uma novidade para mim, nunca tinha lido nada de Katharine Ashe e foi algo diferente e interessante que cativou-me, também houve um ou outro pormenor que não gostei tanto, mas no geral foi uma leitura boa, com bastante romance e ação pelo meio.

A premissa inicial do livro é bastante simples, Lady Constance Read conhece Saint Sterling, considerado o melhor espadachim, e têm uma atração bastante forte, mas ele não tem título e ela sabe que não pode ficar com ele. Mas seis anos depois, o pai de Constance contrata Saint para ajuda-la a defender-se, devido uns desaparecimentos de jovens na zona. O livro poderia sim ser apenas a história do romance dos dois, mas a autora não ficou por aí e colocou na história um mistério e drama que vai influenciar os protagonistas.

O que eu mais gostei deste romance foram as personagens. A Constance é uma jovem que já sofreu imenso, mas mesmo assim faz de tudo para conseguir aquilo que acredita que é o melhor, ela quer à força toda encontrar o responsável pelo desaparecimento das jovens, ela acredita que tem a responsabilidade de descobrir o responsável e não vai dar ouvidos a ninguém e vai fazer tudo para o conseguir. O passado de Constance influencia bastante as suas atitudes, mesmo ela não querendo admitir, é por isso que ela não desiste, ela tem este lado lutador e invencível devido a tudo o que passou, mas a verdade é que ela precisa de alguém que a veja o seu lado mais sensível.

O Saint é um homem que não teve uma infância fácil, mas fez de tudo para conseguir alcançar o sucesso. Saint foi rejeitado pela única mulher que pensou sentir algo e agora que está novamente frente a frentes todos os sentimentos do passado voltaram, mas ele não quer o seu coração ferido novamente e faz de tudo para afastar Constance e faz isso com bastante inteligência que surpreendeu-me imenso, esperava uma atitude completamente diferente e ele mostrou-se completamente à altura da Constante.

O principal deste livro é sem dúvida os protagonistas, a autora soube construir duas personagens bastante cativantes que juntas fazem o casal perfeito. O romance não é fácil, afinal de contas eles são de mundos diferentes, mas isso só tornou tudo mais interessante. Quando estavam juntos tudo era um mistério, mas foram sempre momentos memoráveis e divertidos que faziam-me querer cada vez mais. Eles faziam e diziam tudo para ficarem longe um do outro, mas acabavam sempre nos braços um do outro e era tão bonito, pois eles tinham um enorme cumplicidade, mas infelizmente o orgulho era maior.

Nesta história a autora criou um mistério que devido ao lado secreto era bastante interessante, admito que a meio da história fiquei um pouco cansada, mas o final resolveu tudo de uma forma simples e por isso até gostei. Gostava mais que a autora tivesse abordado o passado da Constance em vez deste mistério, mas no geral foi original e no final todo o enredo é bastante envolvente, o que serve para aqueles leitores que gostam de um romance com mais ação.

Ao longo da história eu tive dificuldades em entender alguns pormenores, mas ao pesquisar sobre os livros da autora percebi que existe outras séries do mesmo mundo, onde as personagens deste livro aparecem e algumas situações são explicadas corretamente, como por exemplo O Clube do Falcão. Este livro é o primeiro da série Devil´s Duke, mas também é o quarto volume da série Falcon Club, por isso eu ter tido algumas dúvidas. Mas consegue-se perfeitamente ler este livro sem ler os outros (afinal de contas também ele é o primeiro de uma série) e só depois de o ler e pesquisar sobre isto é que entendi que uma das minhas grandes dúvidas (que é sobre O Clube dos Falcões) foi desenvolvida na outra série da autora. A Topseller decidiu começar logo por esta série, mas pode ser que ainda nos traga a Falcon Club para tudo se encaixar.

O Espadachim é um romance bastante intenso, recheado de intrigas, mistério e ação que cativou-me imenso, além de que a história passa-se na Escócia, que eu adorava conhecer, por isso gostei sim da história. O único aspeto que não gostei tanto foi o facto da autora ter colocado tanta drama e dois clubes secretos na mesma história, o que confundiu-me um pouco, mas isso deve-se a eu não ter lido a outra série da autora e não foi o suficiente para eu não gostar, então sim, eu estou ansiosa para ler mais da autora e para entender melhor este mundo.

Leitura com o apoio:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.