21/10/2016

Opinião | "9 de Novembro" de Colleen Hoover

Título: 9 de Novembro
Autor: Colleen Hoover
ISBN: 9789898849427
Edição ou reimpressão: 09-2016
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 228 x 22 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 320

Sinopse: A história de um amor capaz de curar e renovar a vida. O dia 9 de novembro.
No último dia de Fallon em Los Angeles, a sua vida cruza-se com a de Ben e os dois apaixonam-se perdidamente. A química que os une é tão forte e incontrolável que, apesar de Fallon estar a caminho de Nova Iorque, os dois prometem encontrar-se novamente. 
Os reencontros 
Durante cinco anos, sempre no dia 9 de novembro, Fallon e Ben encontram-se para construírem a sua história de amor, entre as várias relações e atribulações das suas vidas separadas. Apesar de só estarem juntos uma vez por ano, os dois envolvem-se cada vez mais e partilham um amor pleno de entrega, paixão e intensidade, capaz de os transformar e de sarar cicatrizes profundas. 
Cinco anos depois 
Fallon descobre que Ben carregou um enorme segredo durante cinco anos. O choque e a desilusão tomam conta do coração da jovem, devastada com a possibilidade de tudo ter sido uma farsa. 
Estarão os dois preparados para aceitar que as histórias de amor nem sempre têm um final feliz? Ou será Fallon capaz de perdoar o homem que ama? 
O passado, o presente e o futuro cruzam-se num livro arrebatador e envolvente.

Opinião:
Eu adoro Colleen Hoover, mas o último livro que li desta autora (o Confesso) tinha-me desiludido um pouco, não é que eu não tenha gostado, gostei mas não fui tudo aquilo que estava acostumada com a autora e por isso iniciei o 9 de Novembro um pouco receosa porque não sabia se a autora iria voltar a conquistar-me. Comecei o livro sem saber quase nada sobre o mesmo, li a sinopse por alto, mas nada mais, fugi de todas as opiniões que já estavam por aí e no final foi fabuloso e sem dúvida que a autora voltou a conquistar-me. Digo mais, talvez este tenha sido o melhor livro da autora, claro que o Um Caso Perdido tem um lugar especial no meu coração, mas 9 de Novembro arrebatou-me de tal maneira que tenho que dizer que foi o meu favorito de todos.

9 de Novembro conta a história de Fallon que vai mudar a sua vida e correr atrás dos seus sonhos, mas nesse mesmo dia conhece Ben de uma forma bastante inusitada e passam o resto do dia juntos. Rapidamente uma enorme atração começa entre os dois, mas ela está prestes a mudar para outra cidade e por isso sabem que algo entre eles é impossível. Mas eles também sabem que precisam de se conhecerem e por isso combinam encontrarem-se dentro de um ano, exatamente no mesmo dia e isto durante os próximos 5 anos, mas sem nenhum contacto entre eles, devido alguns critérios sobre relacionamentos que a Fallon tem e algo que o Ben está a preparar. Não digo mais, porque o bom deste livro é exatamente irem descobrindo as personagens, como cada uma é e o que levou cada personagem a fazer as escolhidas seguintes.

Então o livro mostra-nos a história de ambos ano após ano e como a vida de ambos muda ao longo do tempo e claro, os reencontros deles todos os anos. E a autora foi fabulosa neste aspeto, porque mesmo o livro só narrando a época em que eles se vão reencontrar, consegue transmitir toda a história pelo qual eles passaram durante o ano em que não se virão e Colleen Hoover é mestre em contar em poucas páginas algo marcante, seja trágico ou alegre, em ambos ela consegue emocionar o leitor e transmitir tudo sem ser cansativo, pelo contrário, a autora cativa o leitor de tal forma que todo o livro sabe a pouco quando o terminamos.

Eu admito que normalmente eu adoro todas as personagens que a Colleen Hoover cria e a Fallon e o Ben não foram exceção. A Fallon é uma jovem que desde muito cedo já brilhava e no ramo em que ela estava a imagem era muito importante, mas tudo mudou após um acidente que lhe transformou completamente, não só fisicamente, mas ela própria tornou-se mais insegura e até um certo ponto acreditou que nunca mais poderia fazer aquilo que mais gostava. Ela passou por algo bastante traumático que deixou más recordações e frustrações com o seu futuro. Eu adorei esta personagem, porque mesmo depois de tudo o que ela viveu, ela aprendeu a lutar com os seus demónios e vai atrás dos seus sonhos. Lendo este livro eu pensava na Fallon e se fosse eu no caso dela não sei se teria coragem para ir atrás dos sonhos, e ela vai, não desiste, mesmo sabendo que vai ser difícil, ela vira as costas às pessoas que não acreditam nela e vai à procura daquilo que mais ama.

Também o Ben é um jovem que não teve uma adolescência fácil, ele próprio também sofreu algo bastante traumático, mas também carrega um enorme segredo que para ele próprio é bastante difícil. A sua paixão é a escrita e quando conhece Fallon vê uma inspiração que à muito não tinha e principalmente a atração de ambos faz com que ele acredite mais em si e tenha vontade de ser melhor. Eu também adorei o Ben, é aquele rapaz que está preso ao passado e por isso não acredita no futuro e que só precisa de uma "luz" na sua vida para o fazer acreditar que ele é mais do que aquilo que ele pensa.

Colleen Hoover é mestre em fazer reviravoltas na suas histórias e se em Confesso eu percebi logo de início tudo o que iria acontecer, neste livro a autora surpreendeu-me completamente. Claro que ao longo do livro temos alguns pormenores que já nos indicam o que poderia ser, mas a verdade é que eu não percebi e quando tudo foi revelado eu fiquei em choque e obviamente chorei imenso, sofri imenso com as personagens e só me apetecia entrar dentro do livro para abraçar ambos os personagens para que eles ficassem melhor. Colleen Hoover faz isto mesmo, consegue emocionar com uma fantástica história de amor, recheada de dramas, tragédias, esperança e principalmente onde o perdão é o fator mais importante. A relação dos dois é bastante intensa e têm uma química fantástica, mas sem dúvida o mais importante nesta história é o passado de ambos e a forma como eles vão conseguir ultrapassar isso, quando descobri tudo eu própria questionei o que faria e acreditem que é bastante complicado, mas a autora foi maravilhosa na forma como conduziu a história.

A autora voltou a conquistar-me e principalmente a arrebatar-me, cheguei ao final do livro cheia de lágrimas, mas a querer muito mais (desde quando Hoover não me faz isto?), acho que mesmo no dia em que esta mulher escrever um livro com mais de mil palavras não seria suficiente. Este livro subiu automaticamente para o meu favorito da autora, porque conseguiu com que eu ficasse com o coração apertado ao longo do livro todo e fez com que eu própria me questionasse no que faria numa situação daquelas. Não é um tema fácil, não só o passado, mas também o que os personagens têm que viver no presente e fora isto é num largo período de tempo que faz com que seja ainda mais doloroso. 

Se gostam de uma boa história, bem elaborada cheia de dramas que leva qualquer leitor ao limite, então têm que ler este livro, é simplesmente lindo e faz com que cheguemos ao final e só queiramos abraçar os personagens depois de tudo o que eles passaram.

Opinião dos outros livros da autora:
   

Leitura com o apoio:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.