11/03/2016

Opinião | "Duff - A Amiga Feia Gorda" de Kody Keplinger

Título: Duff - A Amiga Feia Gorda
Autor: Kody Keplinger
Edição/reimpressão: 2016
Páginas: 320
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722357623
Coleção: Ficção Juvenil
Idioma: Português
Dimensões: 138 x 208 x 17 mm
Encadernação: Capa mole

Sinopse: Apesar de não ser a rapariga mais gira do Secundário, Bianca Piper é espirituosa, inteligente e tem um grupo de verdadeiras amigas com o qual se diverte e sonha com rapazes. Bianca nunca pensaria em envolver-se com Wesley, o rapaz mais popular da escola, muito menos depois de este lhe dizer que ela é a Amiga Feia e Gorda que serve apenas para realçar a beleza das outras. 
No entanto, a sua vida familiar desmorona-se, o que a atira para uma espiral de tristeza e insegurança. Nisto, dá por si a beijar Wesley. Os dois veem-se enredados numa relação de amor-ódio que tinha tudo para correr mal, mas que inesperadamente pode dar frutos…

Opinião:

Finalmente venho falar sobre este fantástico livro! Li DUFF o ano passado e eu tinha gostado imenso e fiquei super feliz por saber que o livro ia ser lançado cá em Portugal porque é sem dúvida um livro que merecia ser lido por muitas pessoas. Não só pela mensagem que ele transmite, mas também por ser um livro leve e divertido que acredito que vai agradar a muitos jovens.

Este livro retrata a história da Bianca Piper, uma jovem inteligente que tem amigas maravilhosas. A Bianca é uma rapariga normal, ela diverte-se com as amigas, mas também estuda, mas não liga muito para a moda, para ela o mais importante não é vestir o que "está na moda" e sim sentir-se bem e principalmente ser ela própria. Mas quando numa festa o Wesley, o rapaz mais popular da escola, diz que ela é uma DUFF, ou seja que ela era a amiga feia e gorda do seu grupo de amigas, uma vez que as amigas eram lindas e fabulosas, enquanto que ela era a mais "normal". Ele não disse que ela era feia, apenas que comparando com as amigas ela era a Duff e que no fim de contas todos os grupos de amigos tinham uma pessoa que era um Duff. O que faz com que ela não tenha gostado nada do comentário e sentiu-se bastante ofendida. E quando ela pensava que não podia ficar pior, ela é obrigada a fazer um trabalho de grupo com o Wesley. Mas quando menos espera ela começa a envolver-se com ele para esquecer alguns problemas pessoais e familiares.

Eu gostei imenso deste livro primeiramente porque a Bianca é realmente uma rapariga normal, não é linda e perfeita como costumamos ver por aí e não é por isso que ela tem pouca auto-estima, pelo contrário, ela está bem com sigo mesmo e como ela é e é por isso que fica irritada com o comentário do Wesley, porque ela sabe que não não é isso. Mas claro, como qualquer pessoa ela tem os seus problemas pessoas e principalmente familiares. A Bianca é daquelas pessoas que faz de tudo pelos amigos e pela família, mas quando tem algum problema ela esconde e guarda para si mesma. E é o que acontece para ela se envolver com o Wesley. Primeiro ela descobre que o seu ex-namorado que a enganou no passado está de volta à cidade e é por isso que começa a envolver-se com o Wesley, mas é apenas sexo casual e até vezes que ele irrita-a bastante, mas depois ela começa a ter grandes problemas em casa e isso faz com que o único escape onde ela pode esquecer o que se passa, nem que seja por algum tempo, é nos braços do Wesley.

Já Wesley é o típico rapaz rico, bonito e popular na escola que sabe que é atraente e usa isso para conseguir o que quer, ele tem imensas raparigas a seus pés e, verdade seja dita, ele aproveita, nunca esconde o que faz e ele não se importa. Mas esta atitude de "som bom, sou rico e não me importo com ninguém" é apenas uma fachada devido a todos os problemas familiares que ele em em casa, ou melhor seja dito, que ele não tem em casa, pois os pais estão sempre em viagem e basicamente ele vive sozinho. Ele começa a envolver-se com a Bianca inicialmente por acomodação, do tipo "se ela quer, quem sou eu para dizer não", mas com o tempo ele vai conversando e descobrindo quem ela realmente é e ele vai abrindo-se para ela. No fundo ele é um rapaz sensível, que apenas precisava de um maior apoio dos pais.

Claro que duas pessoas tão diferentes, mas ambas com problemas, quando começam uma relação meramente sexual, nunca iria terminar bem e claro os sentimentos começam a falar mais forte. E e adorei ver o desenvolvimento destas personagens, adorei ver como elas tratam os seus problemas, mas principalmente como na realidade os jovens escondem o que estão a sentir pois pensam que é o melhor e refugiam-se noutras coisas. Acho que o principal deste livro é exatamente esse, que os jovens quando têm problemas não contam logo, tentam esconder ao máximo e refugiam-se em coisas que lhes trazem algo de bom. Neste livro a Bianca e o Wesley refugiaram-se num no outro, mas noutros casos pode ser bastante bem pior e os pais têm que estar atentos.

O foco principal deste livro é como os adolescentes passam por graves problemas familiares, juntando um romance fofinho e divertido que torna a história bastante leve e agradável de se ler. A escrita de Kody Keplinger é bastante fluída e fácil de compreender que faz com que a leitura seja bastante rápida e principalmente cativante. Recomendo bastante a todos os jovens, pois a verdade é que também têm que ter a coragem de chegar a um pai/mãe e dizer o que sentem, dizer o que pensa daquela situação, pois por vezes os pais também estão tão focados nos problemas que pensam que os filhos estão bem e não estão a ser afetados por tudo o que está a acontecer. Um excelente livro, super fácil de ler e compreender que recomendo imenso! Uma leitura sensacional!

Classificação: 4 Estrelas no Goodreads

Sem comentários:

Publicar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.