08/10/2015

Opinião | "Just Breathe - Apenas Respira" de Sílvia Rodrigues Pais

Título: Just Breathe - Apenas Respira
Autor: Sílvia Rodrigues Pais
Edição/reimpressão: Julho de 2015
Páginas: 638
Editor: Chiado Editora
ISBN: 9789895144037
Coleção: Viagens na Ficção
Género: Romance
Dimensões: 140 x 220 x 60 mm
Encadernação: Capa mole

Sinopse: Emily Miller, uma rapariga doce, deixa família e amigos em Los Angeles e vai estudar para a Universidade de Yale. Conhece Liam Price, o típico bad boy dos tempos modernos, que vira a sua vida do avesso, obrigando-a a enfrentar os seus medos e a desenterrar fantasmas do passado. 
Nova cidade, novos amigos, novas aventuras e novos amores se avizinham. Esta é uma história de luta contra demónios, de conflitos interiores, de vinganças, vitórias e derrotas. Conseguirá Emily finalmente ser feliz? 

"Nada. Não sinto nada. Nem borboletas no estômago, nem arrepios, nada. Não senti nada tal como das outras vezes. Estou danificada. Não importa quantos rapazes eu beije, nunca vou sentir nada. Ele acabou comigo de vez. Ele tirou tudo de mim." - Emily Miller

Opinião:


Quando li a sinopse deste livro eu fiquei bastante curiosa, pareceu-me daqueles new adults que eu tanto gosto e necessitava de o ler. Quando chegou li-o em menos de dois dias, devorei completamente o livro e quando cheguei à última página só queria era ler a continuação.

Em Just Breathe temos a história da Emily que acaba de ingressar na universidade e lá conhece o Liam, o típico bad boy do local. Mas nem tudo é rosas e o passado da Emily não é bonito e quanto mais ela envolve-se com o Liam, mais o seu passado vem ao de cima e ela tem que superar tudo o que lhe aconteceu para conseguir ser feliz e tentar seguir em frente.

Como podem ver pelo resumo que fiz, este é um livro com bastantes clichés, mas eu gosto, vou já dizer que eu gostei imenso pela sua história bastante envolvente e cativante, mas sou a primeira a admitir que já vimos o mesmo género de "rapariga com um passado mau que se apaixona pelo bad boy" em muitos outros livros, não é novo, mas a forma como a autora consegue cativar o leitor e a simplicidade com que escreve e retrata os assuntos do dia-a-dia e consegue transmitir emoções bastante fortes, faz com que não consigamos parar de ler e que seja relembrado.

Eu adorei imenso este livro, este é o meu género literário favorito e não me canso de ler estas histórias, as personagens são bastante simples, têm um passado trágico, mas conseguirmos identificar com os problemas do dia-a-dia e a cada página fica mais interessante. A escrita da autora é simples, mas tal como toda a história é bem envolvente, cativando do início ao fim.

O livro à primeira vista é bastante grande, mas quando começamos a lê-lo é bastante rápido e nada cansativo, os capítulos são bastante pequenos e rápidos e a fonte também é grande, sendo assim uma leitura bastante agradável e rápida de se fazer.

Uma leitura bastante agradável e sinceramente estou curiosa para ler mais da autora, Portugal precisa de novos autores de histórias contemporâneas, afinal é um género que está a ser cada vez mais explorado e quando é bem escrito e bem elaborado fica uma excelente história.

Classificação: 4 Estrelas
Leitura com o apoio:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.