02/05/2017

Opinião | "Um Desejo Inevitável" de Lorraine Heath

Título: Um Desejo Inevitável
Autor: Lorraine Heath
ISBN: 9789898849786
Edição ou reimpressão: 11-2016
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 228 x 24 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 336

Sinopse: Nascido nas ruas mas educado na aristocracia, Drake Darling não consegue fugir das suas origens humildes, sobretudo porque Lady Ophelia Lyttleton lhas relembra constantemente.
Para ela, Darling nunca será um verdadeiro nobre.
Até ao dia em que Darling salva Lady Ophelia de se afogar nas águas do Tamisa e descobre que ela sofre de uma inexplicável perda de memória. Aproveitando essa oportunidade, ele decide castigar Lady Ophelia, convencendo-a de que ela é sua criada.
Contudo, enquanto brinca a este malicioso jogo, Darling fica inevitavelmente rendido ao charme de Lady Ophelia.
Ophelia parece corresponder aos seus sentimentos, mas está inquieta. Sente que algo na história dele não bate certo. E quando recupera finalmente a memória, fica devastada e aterrorizada com a traição de Darling. Agora, ele terá de provar que merece a confiança dela para reconquistar o seu coração.
Poderá a paixão ser mais forte que o preconceito?

OPINIÃO:
Cada vez mais estou viciada em romances históricos, eu adoro todo o ambiente que envolve as personagens, então se a história for passada em plena Londres, então aí é que eu sei que é um livro obrigatório para eu ler. Ainda não tive a possibilidade de ler muitos livros desta autora, este é apenas o segundo que leio de Lorraine Heath e já estou viciada em tudo o que escreve, Heath sabe escrever, tem ideias criativas e principalmente sabe envolvente bastante bem nas suas histórias.

Neste livro conhecemos a Lady Ophelia e Drake Darling, eles nunca se deram bem, ele nasceu nas ruas, mas cresceu na aristocracia, por isso Ophelia sempre o considerou inferior a ela, até chegou a trata-lo mal de propósito. Drake nunca ligou muito para isso, ele sabe quem é e não tem vergonha isso, ele cresceu e teve sucesso e isso é o que importa, mas claro que as atitudes de Ophelia sempre o irritou. Quando Drake encontra Ophelia no rio e percebe que ela sofre de perda de memória, ele vê a oportunidade perfeita para se vingar dela por tudo o que lhe disse, convencendo-a que é sua criada.

Eu adoro estes romances históricos e este não foi exceção, a trama é envolvente e cativante do início ao fim, mas principalmente a autora trouxe temas importantes que só fez a história ser mais interessante. Logo no início percebemos que ambos escondem algo que querem tentar esquecer e ultrapassar, mas claro que isso é complicado e a verdade vem sempre ao de cima. A história é super interessante, mas o que mais gostei foi a mudança que o Drake teve ao longo do livro, ele no início só pensava em vingar dela, mas pouco a pouco começou realmente a importar-se cada vez mais com ela, começou a fazer perguntas e a tentar perceber o porquê de a ter encontrado no rio. Também ao longo da história nota-se o quanto ela consegue o que quer, mesmo ela não sabendo quem era, ela tinha ações de alguém com poder, eu adorei isso e a forma como a autora explorou este lado dela.

Um dos pontos altos deste livro é as próprias personagens, a Ophelia tem aquele ar de mulher fria e mimada que não quer saber de nada nem de ninguém e também não pretende casar, mas tudo tem um motivo. Não sabemos o que realmente aconteceu logo, mas claro que vamos tendo algumas pistas que me vez perceber isso, mas quando ela perde a memória vemos uma Ophelia mais livre, alegre e solta, ela nunca deixa o seu ar de "eu quero e posso", mas vemos um lado que ela tentou esconder, afinal de contas ela não se lembra do que aconteceu. Admito que houve uma altura que irritou-me um pouco, mas depois compreende-se e percebemos o quanto forte e determinada ela é. Já o Drake é uma personagem que já sofreu imenso e o seu passado ainda está preso à sua memória, mas mesmo assim nunca desistiu de lutar por aquilo que queria e conquistou algo grandioso. Ele é inteligente, gentil, mas principalmente nota-se o quanto ele é agradecido ao duque que o acolheu quando era mais novo, afinal de contas ele é quem é hoje graças à forma como cresceu, mas mesmo ele tendo esta visão de família, ele acha que isso não é para ele devido ao seu passado.

Eu adorei a forma como a autora desenvolveu o romance, tudo foi feito da forma correta, admito que tudo aconteceu muito rápido, mas a meu ver eles já tinham uma atração um pelo outro, apenas não queriam admitir e a partir do momento em que viveram no mesmo teto e deixaram os títulos de lado, puderam sim desenvolver esse sentimento. Depois disso o livro é recheado de momentos divertidos, apaixonantes, imensas brigas, mas também assuntos como perdão, família e outros que não posso falar para não dar spoilers. Um Desejo Inevitável mostra-nos a história de duas pessoas que cometem erros e que têm que rever os seus ideais para poderem ir atrás da felicidade.

Lorraine Heath cativou-me, se já tinha gostado do primeiro, este então fiquei completamente rendida, acho apenas que este é ligeiramente melhor por ser maior, o primeiro é tão pequeno que soube a pouco e neste livro podemos aproveitar todos os momentos e ter uma história bastante completa. Fiquei completamente rendida e é sem dúvida uma autora que irei querer ler mais e claro que recomendo, afinal quem gosta de um bom romance histórico apaixonante, divertido, criativo e com uma pitada de drama, esta é sem dúvida a série ideal!

Opinião do livro anterior:

1 comentário:

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.