26/04/2016

Opinião | "As Lições do Amor" de Lorraine Heath

Título: As Lições do Amor
Autor: Lorraine Heath
Edição/reimpressão: 2016
Páginas: 240
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898839459
Coleção: Scandalous Gentlemen Of St. James Place
Dimensões: 149 x 229 x 17 mm
Encadernação: Capa mole

Sinopse: Lady Grace Mabry tem tudo o que uma donzela debutante pode desejar: é bonita, inteligente, vem de boas famílias e possui um dote bastante valioso. No entanto, Grace desconfia dos inúmeros pretendentes que a cortejam, pois acredita que muitos estão apenas interessados na sua riqueza.
Para a ajudar a perceber se os interesses dos seus apaixonados são genuínos, Grace procura o seu amigo de infância, o Duque de Lovingdon. Sem qualquer fé no amor desde que perdeu a família, Lovingdon vive uma vida de libertinagem e prazer. Conhecedor dos jogos e estratagemas para conseguir a atenção de uma mulher, Lovingdon só tem de ensinar a inocente Grace a diferenciar as emoções falsas das verdadeiras.
Mas mal as lições começam, Lovingdon depara-se com um jogo demasiado perigoso, que parece não conseguir controlar…
Conseguirá o Duque abrir o seu coração inteiramente ou irá perder aquela que descobriu que ama?

Opinião:
As Lições do Amor foi o primeiro livro que li da autora Lorraine Heath e surpreendeu-me imenso porque como era tão pequeno pensava que a história não fosse tão desenvolvida e enganei-me completamente, o livro é pequeno, mas o enredo é enorme e maravilhoso que me fez apaixonar não só pelas personagens mas também pelos dramas que retrata.

Neste livro temos a história de Grace Mabry, uma jovem bonita, inteligente e com um dote bastante generoso e está à procura de marido o mais rápido possível porque o seu pai está prestes a perder a visão e ela quer que ele a veja no seu dia de casamento. Mas devido ao seu dote bastante elevado, Grace teme que todos os seus pretendentes apenas queiram casar pelo seu dinheiro e não pelo seu amor. Por isso ela vai pedir ao seu amigo de infância e recente viúvo, Duque de Lovingdon, que a ajude a distinguir aqueles que a poderão amar dos que só querem mesmo o seu dote. 

A Grace é uma mulher que só quer ser feliz e principalmente ser amada, mas ela esconde um segredo que faz com que ela seja ainda mais persistente na sua busca pelo amor, ela quer acreditar que alguém a vai amar pelo que ela é e não por aquilo que aparenta e por isso faz de tudo para conseguir isso e ela não quer aceitar menos. Ela acredita que merece ser feliz e naquela altura era muito difícil alguém casar totalmente por amor, muitos casamentos eram arranjados, mas como a Grace tem um dote elevado, ela tem a oportunidade de escolher quem quer, mas claro que devido ao dinheiro qualquer canalha consegue fazer o papel de bom rapaz e isso faz com que seja complicado ela distinguir quem está a ser verdadeiro. A Grace é a típica jovem desta altura e até um certo ponto achei bastante cliché com personagens de outros livros que já tinha lido, mas quando a vamos conhecendo vemos que esconde algo bastante pesado que faz toda a diferença e vai revelar o porque de ela ter tido aquela atitude e faz com que seja uma das personagens mais fortes e otimistas de sempre, ela não se rende, pelo contrário, ela corre atrás do que quer e do que acredita que ela merece. Ela é uma lutadora e nunca desiste dos seus sonhos, até nos dias de hoje é complicado lidar com o que ela lidou e isso só faz com que seja ainda mais bonito ler esta história.

Já o Lovingdon é um homem que casou bastante jovem e amou apenas uma mulher e desde sempre que foi bastante leal a ela. Mas poucos anos depois do casamento, a sua mulher e filha morrem devido a uma doença que ele acredita que foi ele que passou a elas. A partir daí ele fica de luto e decide nunca mais amar e por isso passa o seu tempo rodeado de sexo, álcool e jogos e vive para isso. Eu gostei deste personagem, mesmo em alguns momento ele irritar-me um pouco, compreendo a sua situação, ele amava a mulher e após a sua morte sentiu uma enorme dor que fez com que ele não queira voltar a sentir isso e achei bastante real e bonito, era um amor sincero, mas infelizmente o passado não pode ser mudado e por vezes achei mais que ele fazia o papel de "tenham pena de mim" do que outra coisa, mas lá está, novamente é real, um homem agiria assim mesmo e isso fez com que eu gostasse ainda mais da autora, pois ela decidiu ser bastante real e não ter um "cavalheiro perfeito".

O livro surpreendeu-me imenso, desde logo temos duas personagens que sofrem por diferentes razões, um que esconde um grande segredo que faz com que seja menos confiante e outra personagem que sofre por acreditar ser o culpado da morte da sua família. As personagens foram super bem retratadas e elaboradas e acho que a autora foi corajosa para mostrar doenças bastante fortes e difíceis de lidar ainda nos dias de hoje e colocar num romance deste género, nunca tinha lido algo deste género num romance e adorei bastante, aplaudo a autora pela sua audácia a tratar estes assuntos que fez o livro ainda mais perfeito, bastante interessante e principalmente diferente.

A escrita da autora é super leve e fluída o que faz com que seja uma leitura bastante rápida e agradável tornando-a cativante do início ao fim. Lorraine Heath conquistou-me completamente e estou ansiosa para ler os restantes dois livros desta trilogia, pois acredito que vão ser ambos maravilhosos. Recomendo imenso para quem gosta do género romance histórico, acreditem que não se vão arrepender e vão até se vão surpreender pela criatividade e ousadia da autora, já quem não conhece o género recomendo que leiam este porque é pequeno, mas que uma grande história recheada de romance e drama q.b. que acredito que vai fazer com que também se apaixonem.

Leitura com o apoio:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.