03/02/2012

Estou a ler: "Cem Escovadas Antes de Ir para Cama" de Melissa Panarello

Eu encontrei este livro por acaso e a história interessou-me bastante!

Sinopse: No inverno europeu de 2002, longe dos olhos da mãe e do pai, a jovem italiana Melissa Panarello começou a escrever um diário em que relatava, sem pudores e meias palavras, as precoces e variadas experiências sexuais vividas por uma colegial entre os 15 e os 16 anos. A história de Melissa começa quando ela perde a virgindade aos 15 anos de idade. A descoberta de um mundo novo e diferente, o desejo de amar e se sentir amada e a ilusão de encontrar este sentimento através do sexo. É esse o ponto de partida para um relato que mistura de forma provocadora ficção e realidade, num vasto e surpreendente rito de iniciação sexual. Durante dois anos a protagonista do livro experimenta as mais diferentes práticas sexuais, como se desejasse, através delas, transcender o corpo. Sexo grupal com desconhecidos, orgias regadas a drogas, sadomasoquismo, homossexualismo: nada detém sua curiosidade, mas seu prazer é tingido de repulsa e insegurança. Em sua busca desenfreada, Melissa acaba caindo em um túnel escuro de humilhação e dor, onde se arrisca a perder para sempre aquilo que tem de mais precioso: ela mesma. Antes de dormir, Melissa escova cem vezes os longos cabelos, num ritual de purificação quase infantil que constitui, para o leitor, o único lembrete de que se trata, afinal, de uma menina. Um dos motivos que transformaram Cem Escovadas Antes de Ir para a Cama em sensação literária foi a tênue fronteira entre autora e personagem. Além de compartilhar com sua protagonista o nome, Melissa, a jovem autora afirma ter vivido todas as experiências narradas, trocando apenas nomes e datas. Características que fazem de seu relato uma visão da adolescência em um país onde o sexo ainda é cercado de tabus, e um retrato revelador da sexualidade neste começo do século 21.


Deixo-vos o prólogo, para aduçar um pouco mais xD

Prólogo: Para Melissa, adolescente de 15 anos da pequena cidade italiana de Catânia, na
Sicília, tudo começa com a sua primeira vez. É nesse momento que ela entende, ou tem
a ilusão de entender, que os homens não estão interessados na essência de uma mulher,
nem são capazes de amar prescindindo da carne. Assim, Melissa passa a oferecer o
próprio corpo a quem quer que o peça, entregando-se esperançosa de que alguém, ao
olhá-la nos olhos, perceba sua sede de amor.
É o início de um período de dois anos em que a adolescente experimenta as mais
variadas práticas sexuais, incluindo as menos convencionais, como sexo grupal com
desconhecidos e sadomasoquismo. Em sua busca desenfreada pelo verdadeiro amor,
Melissa acaba caindo em um túnel escuro e sujo de humilhação e dor, onde se arrisca a
perder para sempre aquilo que tem de mais precioso: ela mesma.
Um dos motivos que transformaram Cem Escovadas Antes de Ir para a Cama
em sensação literária foi a tênue fronteira entre autora e personagem. Além de
compartilhar com sua protagonista o nome, Melissa, a jovem autora afirma ter vivido
todas as experiências narradas, trocando apenas alguns nomes e datas. Isso faz de seu
relato uma visão rara e reveladora da adolescência em um país onde o sexo ainda é
cercado de muitos tabus e de uma forte repressão religiosa.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Aqui podem deixar todos os comentários e prometo que responderei o mais rápido possível.

Comentários que não são construtivos não serão aceites.